fbpx

Benefícios do planejamento em manutenção

Postado em Facilities ,     Escrito por Prof. Esp. Alexandre Marcelo Fontes Lara    em público agosto 4, 2020

planejamento em manutenção

Quando iniciamos um trabalho de manutenção ou mesmo um processo de operação em uma instalação ou edificação, torna-se importante que saibamos por qual caminho trilharemos e quais as dificuldades deverão ser vencidas neste percurso.

Trata-se, na realidade, da busca por uma melhor VISIBILIDADE sobre o processo a ser implantado, possibilitando também uma maior PREVISIBILIDADE sobre os resultados a serem alcançados.

planejamento em manutenção

Exemplo de matriz de decisão para o planejamento

É evidente que um determinado planejamento poderá não atingir a 100% do esperado, quando idealizado “na prancheta”, por seu planejador, mas é importante reafirmar que, se bem estruturado, o planejamento mitigará outros tantos riscos no processo.

Embora a atribuição de benefícios ao planejamento possa apresentar algumas particularidades, dependendo-se de sua forma, abrangência, além do próprio processo em si, ele certamente trará como importantes resultados para a sua operação:
  1. O controle de ativos, através da definição de uma base de cadastramento de equipamentos e sistemas;
  2. O controle e gestão de informações, também envolvendo a definição prévia quanto a sua organização e formas de compartilhamento e controle;
  3. A redução de tempos no campo, com a utilização de documentos / sistemas informatizados de gestão e formas de registro de atividades, por parte dos profissionais de operação e manutenção;
  4. A capacitação das equipes, com um foco necessário ao atingimento dos resultados esperados;
  5. O monitoramento contínuo de sistemas específicos e de seus comportamentos na operação, através da integração prevista de suas IHMs ao sistema central de coleta de dados e informações;
  6. A análise de resultados, através de métricas implementadas no processo, permitindo assim a atuação de sua equipe em um menor tempo de resposta;
  7. A Gestão do Ativo, desde o seu startup até o eventual de comissionamento.

Os benefícios são muitos, embora deva-se avaliar a profundidade e a abrangência de planejamentos e controles para cada tipo de operação e necessidades / expectativas. Importante, no entanto, destacar que todo e qualquer planejamento demandará por uma estrutura mínima e capacitada para geri-lo, após a sua implementação junto às equipes de O&M.


Conheça o Curso de PCM – Planejamento e Controle da Manutenção em Edifícios – 32h Online ao vivo pela internet

Independentemente de se ter o conhecimento básico sobre o processo de planejamento e controle da manutenção, torna-se importante também conhecer e exercitar os diferentes tipos de estratégia, assim como os modelos de planejamento e controle aplicáveis à sua realidade, às suas necessidades e expectativas.

O curso de Planejamento e Controle da Manutenção em edifícios permitirá aos participantes conhecer as melhores estratégias de mercado, assim como as ferramentas para a tomada de decisão, exercitando-as de forma prática durante as atividades desenvolvidas no decorrer do curso.

Trata-se de um curso que tem como principal objetivo a aplicação prática das etapas e atividades de planejamento, utilizando-se como recursos o uso de dinâmicas em grupo e a realização de parte destes trabalhos dentro do ambiente de gestão informatizada (CMMS – Computerized Maintenance Management System).

Neste contexto, o curso de Planejamento e Controle da Manutenção em Edifícios apresentará questões fundamentais para o aprendizado, entre elas:

  1. Relembrar alguns conceitos importantes voltados à manutenção e seu planejamento, com vistas à sua aplicação no desenvolvimento do curso;
  2. Conhecer e compreender os modelos estratégicos hoje em voga no mercado de manutenção, assim como as ferramentas que nos auxiliam na tomada de decisão em relação ao melhor sistema para a situação estudada;
  3. Realizar o passo-a-passo de um processo de planejamento dentro de ambientes definidos para o estudo e aprendizado, ou seja, através de exemplos definidos a partir de casos reais;
  4. Promover a aplicação do conteúdo aprendido em sala de aula dentro de uma ferramenta informatizada de gestão, com larga experiência e abrangência nos mercados de Facility Management e Manutenção, observando dificuldades e facilidades durante o seu uso, até a obtenção dos resultados esperados de um sistema informatizado.

Clique aqui para saber mais e inscrever-se!

sobre o autor
Prof. Esp. Alexandre Marcelo Fontes Lara
Engenheiro Mecânico graduado pela FEI, pós-Graduado em Refrigeração e Ar Condicionado e em Avaliações e Perícias de Engenharia. Possui 32 anos de experiência profissional na área de Operação & Manutenção, com atuação na implantação, coordenação, auditoria e consultoria em projetos de O&M predial e industrial, além de sua atuação como Autoridade de Comissionamento em alguns dos principais projetos de infraestrutura predial e industrial no Brasil. Soma-se também em sua trajetória a participação como colaborador em comitês técnicos e/ou associado em instituições brasileiras e norte americanas, como a ASHRAE - American Society of Heating, Refrigerating and Air-Conditioning Engineers, BCxA – Building Commissioning Association, ANPRAC - Associação Nacional de Profissionais de Refrigeração e Ar Condicionado e ABRAFAC – Associação Brasileira de Facilities, onde ocupou a posição de Diretor durante o biênio 2017-2018. Autor de diversos artigos sobre comissionamento, auditorias de qualidade na prestação de serviços, manutenção e operação em instalações prediais e industriais para as revistas INFRA, TECHNE, PINI / Construção Mercado, ABEMPI e Climatização & Refrigeração. Ministrou palestras, seminários e cursos através de entidades de nosso setor, tais como ABRAFAC, ANPRAC, FUPAM–USP, IBAPE-SP, IBAPE-PR, SENAI-SP, entre outras. É docente da cadeira de “Comissionamento, Medição & Verificação” no MBA – Construções Sustentáveis – UNIP, docente da cadeira de Operação e Manutenção no curso de pós-graduação em Avaliações e Perícias de Engenharia – MACKENZIE, docente da cadeira “Gerenciamento de Operações” no curso de especialização Gerenciamento de Ativos Imobiliários Corporativos – FDTE (USP) / CORENET e docente nos cursos de “Arquitetura Hospitalar” e “Engenharia Hospitalar” na UNIVERSIDADE EINSTEIN. É Diretor Técnico da A&F Partners Consulting Engenharia Ltda.