ATENDIMENTO (11) 26261594

Gerenciamento e Novas Tecnologias podem suprir a falta de mão de obra na Construção Civil

Postado em Gestão ,     Escrito por Arq. Renata Marques    em público junho 9, 2015

O crescimento do mercado e a falta de mão de obra têm ocasionado um atraso no setor. O fato é que o mercado da construção civil precisa buscar caminhos alternativos, e a solução deve passar por tecnologias que permitam maiores índices de produtividade.

Somente na região metropolitana de São Paulo,segundo dados do Secovi-SP, foram lançadas 67,8 mil unidades residenciais em 2010, o que representa um aumento de 26,7% em relação a 2009. Apesar do bom momento econômico, os setores de arquitetura e construção civil vêm sofrendo com a falta de mão de obra e com prazos cada vez mais exíguos para a execução das obras.

Para contornar a situação e manter o cronograma de lançamentos e entregas de empreendimentos, as empresas buscam aplicar cada vez mais sistemas construtivos racionalizados. Além disso, cresce a procura por gerenciadores de projetos, profissionais responsáveis por coordenar as equipes de projetistas de todas as disciplinas envolvidas no desenvolvimento do empreendimento, abrangendo inclusive a compatibilização de projetos, o resolve as interfaces e antecipa possíveis pontos de conflito na execução da obra.

Se considerarmos a tecnologia empregada na execução dos empreendimentos, percebe-se que o setor está atrasado, se comparado a outros segmentos da economia. O Brasil continua utilizando métodos tradicionais. Ainda se constroem prédios com alvenaria tradicional, utiliza-se de escoras de madeira, entre outras técnicas convencionais. Enquanto isso, muitas empresas evitam sistemas que podem gerar agilidade na construção, além de obras mais limpas e com riscos reduzidos.

O fato é que o mercado da construção civil precisa buscar caminhos alternativos para o problemada escassez de mão-de-obra. E a solução deve passar por tecnologias que permitam maiores índices de produtividade na execução dos serviços necessários às obras de edificações de forma geral.

O uso de tecnologias como banheiros prontos, fachadas pré-moldadas e estrutura metálica são exemplos que partem da premissa da pré-fabricação, fora do canteiro de obras, de elementos importantes na construção de edifícios. Além dessas, podemos destacar o uso de outras soluções que geram grande melhora nos índices de produtividade, dentre as quais, estruturas em paredes de concreto, fechamentos e forros de drywall, sistemas unitizados de fachadas de vidro, entre outras.

É crescente, ainda, a importância da consultoria do gerenciador de projetos no período de obras. Muitas vezes, com base na análise das técnicas de construção, o gerenciador consegue alterações no cronograma de execução e nos métodos de construção empregados, o que gera otimização dos prazos e evita o retrabalho. A consultoria do gerenciador de projetos é fundamental para estabelecer um bom padrão de projetos, condição essencial para fundamentar o trabalho de orçamento, planejamento e execução.

A padronização das diretrizes de projeto e de soluções construtivas permite a repetitibilidade, alternativa para atender à demanda por novos empreendimentos sem prejudicar a qualidade dos imóveis. A padronização de alguns sistemas gera maior autonomia para a equipe de obra. O pessoal recebe o projeto e entende facilmente que a solução é padrão e já sabe exatamente como executar.

Outro fator que endossa esse padrão é o aumento no número de imóveis voltados para as classes C e D. A tendência das construtoras é se voltar para uma padronização, ou seja, desenvolver um único produto, que não tenha muita interferência ou muitas interfaces, e implantá-lo diversas vezes, nas mais diferentes localidades. Neste tipo de construção é ainda mais importante a atuação do gerenciador de projetos, já que o controle dos custos é essencial para não perder a relação custo-benefício.

Em contrapartida, as empresas que buscam desenvolver empreendimentos diferenciados e exclusivos necessitam forte interação entre os projetistas de diversas disciplinas. Aqui também o papel do gerenciador se torna indispensável para que as discussões técnicas e gestão dos projetos atinjam os elevados padrões exigidos.

sobre o autor
Arq. Renata Marques
*Arquiteta especializada em gerenciamento de projetos e obras.
Termos e Condições
Contrato de Prestação de Serviços pela AEA Educação Continuada Data-Limite 1. As inscrições para os cursos se encerram 7 dias antes do início das aulas. Excepcionalmente, desde que existam vagas disponíveis, serão aceitas inscrições após a data limite. 2. A data-limite não garante a disponibilidade de vagas. Por isso, recomendamos a efetivação da inscrição/pagamento com antecedência.   Política de Descontos da AEA Educação Continuada 3. A AEA Educação Continuada oferece descontos às seguintes categorias, comprovada a condição mediante apresentação do documento competente, conforme o caso: (i) Grupos de profissionais (3 ou mais inscritos): 10% (ii) Estudantes de graduação e professores: 15%, não sendo aplicado à pós-graduação. (iii) Desconto para pacote de cursos: 10% para inscrições em 2(dois) cursos; 15% para inscrições em 3(três) cursos; 20% para inscrições em 4(quatro) ou mais cursos; 4. Os descontos mencionados nos itens (i, ii, iii) não são cumulativos e se aplicam ao pagamento à vista ou parcelados. Em todas as situações, prevalece o maior desconto.   Desconto especial por antecipação de inscrição  5. Inscrições pagas até 45 dias antes da data de início do curso receberão desconto de 10%, cumulativo em relação ao eventual desconto aplicado com base na “Política de Descontos da Academia” (itens 3 e 4 acima).   Reagendamentos 6. Os cursos da AEA Educação Continuada são ministrados a turmas abertas, formadas por adesão dos interessados. Por isso, a realização do curso depende da inscrição de um número mínimo de participantes, Na hipótese de quorum insuficiente, impossibilidade de comparecimento do professor ou outros imprevistos, a AEA Educação Continuada reagendará o curso, para a data mais próxima possível, a fim de preservar o melhor interesse de todos. 7. Excepcionalmente, a AEA Educação Continuada poderá substituir o professor inicialmente contratado por outro profissional, igualmente qualificado, a fim de preservar o melhor interesse de todos e contornar imprevistos ou conflitos de agenda. 8. Em caso de reagendamento, a AEA Educação Continuada avisará todos os inscritos, por e-mail, informando a nova data, razão pela qual o participante deve manter seu cadastro atualizado, informando o e-mail de contato que acesse com mais freqüência. O inscrito será automaticamente realocado na nova turma do curso de interesse, podendo solicitar a transferência da inscrição para outro curso ou a devolução dos valores pagos. Por isso, recomendamos atenção aos comunicados eletrônicos da AEA Educação Continuada no período que antecede a data prevista para a realização do curso. Especialmente em caso de viagens, antes de se deslocar, solicitamos entrar em contato com a AEA Educação Continuada, a fim de confirmar as informações sobre data e local do curso, evitando transtornos.   Cancelamentos 9. As inscrições poderão ser canceladas, com a devolução dos valores pagos, a pedido do interessado até 10 dias corridos antes do início do curso. 10. No caso de inscrições canceladas, a pedido do interessado, com prazo inferior a 10 dias corridos antes do início do curso, não haverá devolução do valor pago, e o inscrito poderá transferir integralmente o seu crédito para outra turma interesse, pagando eventual diferença, se houver. No caso de não comparecimento no curso (no show), ou de comunicação de não comparecimento, e prazo inferior a 2 dias antes da data de início do curso, por qualquer motivo, 80% do valor total da inscrição (e não da parcela paga, em caso de pagamento parcelado) poderá ser transferido para outro curso oferecido pela AEA Educação Continuada, mas não haverá devolução de valores pagos. Os 20% restantes serão retidos como multa tendo em vista os custos antecipadamente despendidos para possibilitar a participação do inscrito. 11. Destacamos que em caso de inobservância dos comunicados da AEA Educação Continuada (especialmente nos termos do item 8 acima) não haverá reembolso de nenhuma espécie de despesas, incluindo, mas não se limitando a, passagem aérea e rodoviária, combustível, pedágio, locação de veículos, hospedagem, alimentação e outras.   Devolução de valores 12. Nas hipóteses de devolução de valores, o depósito do valor será realizado em 10 dias úteis, contados do envio do comprovante de pagamento e dos dados bancários do favorecido (agência, conta bancária, nome do titular da conta e CPF/CNPJ). 13. Será devolvido apenas o valor principal das parcelas pagas, deduzidas as despesas havidas com a operadora do cartão de crédito, emissão ou reemissão de boletos e tarifas bancárias. 14. Caso seja solicitada a reemissão de boletos, o valor das tarifas bancárias serão incluídos no valor do novo título.   Mora e inadimplemento 15. Os boletos emitidos para os cursos realizados, com data de pagamento posterior ao encerramento do evento, e não pagos até a data do seu vencimento, estarão sujeitos a multa de 2%, juros e correção monetária de 5% ao mês, e após 3 (três) dias serão automaticamente encaminhados ao cartório de protesto de título. 16. O aluno que, por qualquer motivo, cancelar a sua inscrição fora do prazo mencionado no item 9 ou deixar de comparecer ao curso, não se sujeita ao acima mencionado, mas permanece adstrito ao sistema de transferência de crédito descrito nos itens 8 e 10. 17. Caso a AEA Educação Continuada tenha que realizar a cobrança de quaisquer valores devidos em decorrência deste Contrato, a mesma poderá cobrar o reembolso de todas as despesas incorridas por conta de cobrança, judicial ou extrajudicial, de tais valores, incluindo custos de postagem de carta de cobrança, cobrança telefônica e despesas cartorárias.

AEA Cursos Ltda. São Paulo,