ATENDIMENTO (11) 26261594

Infraestrutura Verde e Qualidade de Vida

Postado em Sustentabilidade ,     Escrito por Prof. João Manuel Linck Feijó    em público junho 9, 2015

Infraestrutura Verde é uma alternativa ao manejo de água da chuva econômica, sustentável e amigável ao meio ambiente. O principal objetivo é o reaproveitamento da água da chuva, através da infiltração (evapotranspiração), captura e reuso, mantendo e até recuperando a hidrologia natural.

Fundamentalmente, a preservação e restauração da paisagem natural, como florestas, banhados e áreas de inundação, são componentes essenciais da Infraestrutura Verde. Quando estas áreas sensíveis são protegidas, há melhora na qualidade da água da comunidade, o habitat da vida selvagem é mantido e, além disso, geram-se oportunidades de recreação.

Em uma escala menor, as práticas de Infraestrutura Verde incluem os jardins de chuva, ecopavimento, ecotelhado, reservatórios de infiltração, árvores com área de desenvolvimento de raízes, jardins verticais, brise vegetal e cisternas de captação de água da chuva para posterior uso em irrigação ou no vaso sanitário. As técnicas de Infraestrutura Verde devem ser consideradas em condomínios e loteamentos novos, principalmente nos projetados para o programa “Minha Casa Minha Vida”, em função do grande impacto ambiental que estão gerando nas bacias pluviais onde estão inseridas. Está na hora de evitar o uso de tecnologia ultrapassada e geradora de problemas urbanos e dar um passo rumo à sustentabilidade.

A Infraestrutura Verde beneficia o meio ambiente, pois é uma sinergia entre fatores econômicos, ambientais, saúde e sociais que caminham de braços dados. Os benefícios da Infraestrutura Verde são mais evidentes em áreas urbanas e suburbanas, onde o espaço verde é limitado e o dano ambiental mais expressivo. Os benefícios da Infraestrutura Verde incluem a redução e retenção dos volumes de água da chuva e a diminuição do pico de escoamento, utilizando a capacidade de absorção do solo e dos vegetais. Por aumentar a área verde, essas técnicas aumentam as taxas de infiltração e evapotranspiração reduzindo, substancialmente, ou completamente, a quantidade de água a ser conduzida para lagos, rios ou córregos.

Além disso, aumenta a recarga de aqüíferos, já que a capacidade de infiltração é importante para a recarga do lençol freático, responsável por 40 % da água que mantém o nível dos córregos e rios. A técnica de Infraestrutura Verde infiltra o excedente hídrico, evitando o transporte de poluentes através de tubos e galerias. Uma vez infiltrada no solo, as plantas e microbiota se encarregam, naturalmente, de quebrar as moléculas dos poluentes presentes na água ou superfícies.

Também melhora a qualidade do ar, incorporando vegetação no centro urbano e melhorando a qualidade do ar por filtração do material particulado. Isso, porque as árvores e vegetais absorvem certos poluentes por contato ou por absorção foliar. Além disso, a vegetação ajuda a resfriar o ambiente, evitando a formação do ozônio no nível do chão

A Infraestrutura Verde, ao contrário de outros sistemas, se utiliza de plantas que são responsáveis pela retirada do dióxido de carbono da atmosfera pela fotossíntese, incrementando o seqüestro de carbono na atmosfera. Contribui, ainda, para a redução de enchentes, pois utilizando a capacidade natural de retenção e infiltração das plantas e do solo limita a possibilidade de acúmulo de água, por retardar o pico de descarga de tempestades.

Os pavimentos convencionais e a massa de concreto absorvem e retêm o calor. A retirada da vegetação diminui sua capacidade de resfriamento, causando o efeito “ilha de calor” em ambientes urbanos. Assim, de acordo com as técnicas de Infraestrutura Verde, a vegetação diminui a demanda por energia de climatização, racionalizando o uso de ar condicionado e geradores elétricos.

Mas, um dos maiores benefícios da Infraestrutura é que promove aumento das áreas verdes, fundamentais para o bem estar das pessoas, além de promover a melhoria da saúde de todos. Um crescente número de estudos no mundo todo vem relacionando o espaço verde e vegetação com a saúde humana, e as áreas inóspitas com o crime e a violência. E, por fim, as áreas verdes aumentam o valor dos imóveis, pois, é notório que propriedades próximas a elas alcançam valores até 30% mais altos, quando comparados a ruas não arborizadas.

sobre o autor
Prof. João Manuel Linck Feijó
Engenheiro Agrônomo, empresário, empreendedor, presidente da Associação Telhado Verde Brasil, criador de produtos ligados à construção sustentável vencedores do Premio Planeta Casa .Palestrante no Congresso internacional de Telhados Verdes em Toronto, Canadá, e pelo Greenbuilding Concil, em São Paulo.
Termos e Condições
Contrato de Prestação de Serviços pela AEA Educação Continuada Data-Limite 1. As inscrições para os cursos se encerram 7 dias antes do início das aulas. Excepcionalmente, desde que existam vagas disponíveis, serão aceitas inscrições após a data limite. 2. A data-limite não garante a disponibilidade de vagas. Por isso, recomendamos a efetivação da inscrição/pagamento com antecedência.   Política de Descontos da AEA Educação Continuada 3. A AEA Educação Continuada oferece descontos às seguintes categorias, comprovada a condição mediante apresentação do documento competente, conforme o caso: (i) Grupos de profissionais (3 ou mais inscritos): 10% (ii) Estudantes de graduação e professores: 15%, não sendo aplicado à pós-graduação. (iii) Desconto para pacote de cursos: 10% para inscrições em 2(dois) cursos; 15% para inscrições em 3(três) cursos; 20% para inscrições em 4(quatro) ou mais cursos; 4. Os descontos mencionados nos itens (i, ii, iii) não são cumulativos e se aplicam ao pagamento à vista ou parcelados. Em todas as situações, prevalece o maior desconto.   Desconto especial por antecipação de inscrição  5. Inscrições pagas até 45 dias antes da data de início do curso receberão desconto de 10%, cumulativo em relação ao eventual desconto aplicado com base na “Política de Descontos da Academia” (itens 3 e 4 acima).   Reagendamentos 6. Os cursos da AEA Educação Continuada são ministrados a turmas abertas, formadas por adesão dos interessados. Por isso, a realização do curso depende da inscrição de um número mínimo de participantes, Na hipótese de quorum insuficiente, impossibilidade de comparecimento do professor ou outros imprevistos, a AEA Educação Continuada reagendará o curso, para a data mais próxima possível, a fim de preservar o melhor interesse de todos. 7. Excepcionalmente, a AEA Educação Continuada poderá substituir o professor inicialmente contratado por outro profissional, igualmente qualificado, a fim de preservar o melhor interesse de todos e contornar imprevistos ou conflitos de agenda. 8. Em caso de reagendamento, a AEA Educação Continuada avisará todos os inscritos, por e-mail, informando a nova data, razão pela qual o participante deve manter seu cadastro atualizado, informando o e-mail de contato que acesse com mais freqüência. O inscrito será automaticamente realocado na nova turma do curso de interesse, podendo solicitar a transferência da inscrição para outro curso ou a devolução dos valores pagos. Por isso, recomendamos atenção aos comunicados eletrônicos da AEA Educação Continuada no período que antecede a data prevista para a realização do curso. Especialmente em caso de viagens, antes de se deslocar, solicitamos entrar em contato com a AEA Educação Continuada, a fim de confirmar as informações sobre data e local do curso, evitando transtornos.   Cancelamentos 9. As inscrições poderão ser canceladas, com a devolução dos valores pagos, a pedido do interessado até 10 dias corridos antes do início do curso. 10. No caso de inscrições canceladas, a pedido do interessado, com prazo inferior a 10 dias corridos antes do início do curso, não haverá devolução do valor pago, e o inscrito poderá transferir integralmente o seu crédito para outra turma interesse, pagando eventual diferença, se houver. No caso de não comparecimento no curso (no show), ou de comunicação de não comparecimento, e prazo inferior a 2 dias antes da data de início do curso, por qualquer motivo, 80% do valor total da inscrição (e não da parcela paga, em caso de pagamento parcelado) poderá ser transferido para outro curso oferecido pela AEA Educação Continuada, mas não haverá devolução de valores pagos. Os 20% restantes serão retidos como multa tendo em vista os custos antecipadamente despendidos para possibilitar a participação do inscrito. 11. Destacamos que em caso de inobservância dos comunicados da AEA Educação Continuada (especialmente nos termos do item 8 acima) não haverá reembolso de nenhuma espécie de despesas, incluindo, mas não se limitando a, passagem aérea e rodoviária, combustível, pedágio, locação de veículos, hospedagem, alimentação e outras.   Devolução de valores 12. Nas hipóteses de devolução de valores, o depósito do valor será realizado em 10 dias úteis, contados do envio do comprovante de pagamento e dos dados bancários do favorecido (agência, conta bancária, nome do titular da conta e CPF/CNPJ). 13. Será devolvido apenas o valor principal das parcelas pagas, deduzidas as despesas havidas com a operadora do cartão de crédito, emissão ou reemissão de boletos e tarifas bancárias. 14. Caso seja solicitada a reemissão de boletos, o valor das tarifas bancárias serão incluídos no valor do novo título.   Mora e inadimplemento 15. Os boletos emitidos para os cursos realizados, com data de pagamento posterior ao encerramento do evento, e não pagos até a data do seu vencimento, estarão sujeitos a multa de 2%, juros e correção monetária de 5% ao mês, e após 3 (três) dias serão automaticamente encaminhados ao cartório de protesto de título. 16. O aluno que, por qualquer motivo, cancelar a sua inscrição fora do prazo mencionado no item 9 ou deixar de comparecer ao curso, não se sujeita ao acima mencionado, mas permanece adstrito ao sistema de transferência de crédito descrito nos itens 8 e 10. 17. Caso a AEA Educação Continuada tenha que realizar a cobrança de quaisquer valores devidos em decorrência deste Contrato, a mesma poderá cobrar o reembolso de todas as despesas incorridas por conta de cobrança, judicial ou extrajudicial, de tais valores, incluindo custos de postagem de carta de cobrança, cobrança telefônica e despesas cartorárias.

AEA Cursos Ltda. São Paulo,