ATENDIMENTO(11) 26261594

Diretrizes para a Elaboração de Planos Diretores Hospitalares

Esse é o segundo curso da AEA que participo, e assim como no primeiro, o curso de Arquitetura de Hospitais, Clínicas e Laboratórios, atendeu 100% das minhas expectativas.

André Maxwell Mendes, Arquiteto

Introdução

O hospital constitui-se de um edifí­cio que abriga uma ampla variedade de funções, sendo considerado o espaço mais dinâmico da sociedade contemporânea. Nos últimos anos passou por um importante processo de mudança que motivou atualizações nos modelos assistencial e de gestão, como será trado no curso de Diretrizes para a Elaboração de Planos Diretores Hospitalares.

São fatores importantes como a evolução tecnológica acelerada, o maior ní­vel educacional das pessoas e o maior acesso à informação contribuíram para dar uma maior velocidade às mudanças resultando em modificações no perfil de exigências e expectativas dos usuários e também nas relações entre prestadores de saúde e pacientes.

O desafio da sobrevivência conjunto à  competitividade e incorporação tecnológica transformaram a administração dos hospitais numa atividade complexa que exige competência e especialização dos profissionais envolvidos na sua gestão. Arquitetos e engenheiros são cada vez mais solicitados a integrar o grupo gerencial para dar suporte técnico na organização espacial dos hospitais.

A prática da arquitetura hospitalar pressupõe um preparo que extrapola a simples composição formal e programática e exige conhecimento específico e abrangente.

Envolver-se com ela significa conhecer, além do objeto em si, sua função, mercado, tendências, custos e remunerações dos serviços, relações, ou seja, o conjunto de atividades que possibilita sua macro organização – O Plano Diretor Hospitalar.

Course Content