O que você vai aprender

  • Entender a atuação da arquitetura e da engenharia no controle de infecção nos serviços de saúde aprendendo conceitos, premissas e critérios de projetos sobre o tema;
  • Conhecer os materiais de acabamento nos edifícios de saúde, suas especificidades, características e como estes podem influenciar na contaminação dos ambientes, materiais e pessoas;
  • Conhecer os conceitos iniciais sobre climatização dos EAS e os detalhes das normas técnicas sobre climatização, principalmente da NBR 7256 da ABNT. Serão mostrados alguns exemplos de ambientes climatizados da forma correta, principalmente os ambientes críticos dos EAS, em especial a climatização das unidades de isolamento respiratório.

Como irá se beneficiar

  • A partir deste curso o aluno poderá compreender melhor a interação entre os ambientes de um EAS e a equipe de assistência deste, e como essas interações influenciam nas reduções das taxas de infecção dos pacientes e das contaminações dos ambientes, materiais e superfícies das unidades de saúde;
  • Para os arquitetos e engenheiros o curso proporcionará uma gama de conhecimentos específicos que geralmente esses profissionais não encontram em suas graduações.

Público alvo

O curso é indicado para arquitetos e engenheiros atuantes na área de saúde, tanto pública como privada e para aqueles que queiram começar a trabalhar nesta área.

Também podem e devem participar profissionais da área de saúde tais como médicos, enfermeiros, gestores hospitalares, dirigentes de instituições de saúde públicas e privadas, autoridades sanitárias, etc, ou seja, todos aqueles que se interessam pelo tema de projeto e construção de estabelecimentos assistenciais de saúde, os chamados EAS.

Duração

9 horas online

  • A atuação da arquitetura e da engenharia no controle de infecção nos serviços de saúde
    • Conceitos e premissas;
    • Barreiras físicas;
    • Critérios de projetos;
    • Fluxos de trabalho.
  • Materiais de acabamento nos EAS
    • Pisos;
    • Forros;
    • Paredes;
    • Bancadas;
    • Torneiras; saboneteiras, papeleiras, maçanetas, réguas medicinais, etc.
  • Climatização de EAS
    • Conceitos gerais de projeto;
    • Normas aplicadas;
    • Tipos de climatização e equipamentos correspondentes;
    • Climatização de área críticas, em especial dos ambientes de isolamento respiratório
  • Prof. Esp. Flávio de Castro Bicalho
    Prof. Esp. Flávio de Castro Bicalho
    Arquiteto formado pela Universidade de Brasília-UnB em 1982, e especialista em Saúde coletiva/Vigilância sanitária em serviços de saúde pela Universidade de Brasília-UnB em 2002. Ex-Presidente da Associação Brasileira para Desenvolvimento do Edifício Hospitalar-ABDEH (2008-2011). Professor de vários cursos de especialização em arquitetura de sistemas de saúde, vigilância sanitária de serviços de saúde, controle de infecção hospitalar, nefrologia, UTI, administração hospitalar, etc, em várias universidades brasileiras. Trabalhou no Ministério da Saúde e na Agência Nacional de Vigilância Sanitária-ANVISA de 1986 a 2007 onde exerceu vários cargos e chefias. Coordenador e redator-geral das atuais normas para projetos de estabelecimentos assistenciais de saúde do Brasil (Resolução ANVISA RDC nº 50/2002). Membro de vários grupos de trabalho responsáveis pela elaboração de inúmeras outras normas (diálise, UTI, nutrição parenteral e enteral, ar condicionado, lavanderia, quimioterapia, radioterapia, hemoterapia, banco de órgãos, etc). Autor e co-autor de inúmeros livros e manuais como, por exemplo, o livro A Arquitetura e a Engenharia no Controle de Infecção, 2010. Autor e consultor de vários projetos de hospitais e clínicas privadas no Brasil. Sócio Honorário da Asociación Chilena de Arquitetura y Especialidades Hospitalaria A.G. Título concedido em 2012. Palestrante em vários congressos, seminários e cursos, nacionais e internacionais, sobre arquitetura hospitalar, planejamento de saúde, ar condicionado, normatização na área da saúde, gestão hospitalar, engenharia clínica, etc.
  • Prof. Me. Sandro Martins Dolghi
    Prof. Me. Sandro Martins Dolghi
    Engenheiro Mecânico, graduado pela Universidade de Brasília (1997), Especialista em Saúde Coletiva e Vigilância Sanitária pela Fiocruz (2007) e Mestre em Engenharia e Ciência dos Materiais pela Universidade Federal de Campina Grande (2014). Especialista em Regulação e Vigilância Sanitária da Agência Nacional de Vigilância Sanitária com experiência na área de infraestrutura em serviços de saúde, regulação e inspeção de produtos para a saúde. Atuou como Chefe de Serviço de Apoio à Manutenção Predial e Obras na Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, sendo responsável pela implementação das diretrizes de infraestrutura física para os Hospitais Universitários Federais (HUF), visando à atualização e modernização de sistemas, instalações prediais e equipamentos de infraestrutura física dos HUF. Membro de vários grupos de trabalho responsáveis pela elaboração de normas e regulamentos técnicos para garantir a qualidade das instalações prediais de serviços de saúde e dos produtos para saúde. Palestrante em vários congressos, seminários e cursos sobre arquitetura hospitalar, planejamento de saúde, instalações prediais hospitalares, qualidade do ar interno, normatização na área da saúde, gestão hospitalar, engenharia clínica, entre outros.

Dias e Horários
2ª, 4ª e 5ª feira – 19h às 22h

O que está incluso
– Material didático de apoio, digital em PDF (disponibilizado por e-mail aos participantes em até 24 horas da data de início do curso).
– Certificado de Participação digital – Para cada inscrição, será emitido um único Certificado de Participação digital, que será entregue no prazo de até 15 dias após a conclusão do curso. (Favor atentar a correta grafia do seu nome no ato da inscrição online).

Informações gerais
O programa tem duração de 9 horas, distribuídas em 3 dias.

O evento será realizado à distância e transmitido ao vivo pela internet.

O link de acesso à sala de aula virtual será enviado por email até 1 hora antes da transmissão oficial.

O conteúdo será exibido ao vivo em apresentação única.

Caso não consiga participar do evento ao vivo, em parte ou todo, não se preocupe, será possível acessar à gravação pelo período de 30 dias.

Você poderá participar a partir de qualquer computador conectado à rede e poderá interagir em tempo real, através do chat.