O que você vai aprender

Histórico sobre o planejamento físico em saúde;

Conceito de saúde;

A legislação aplicável (Resolução ANVISA RDC nº 50/2002): objetivos, abrangência e metodologia e outras;

O papel do projetista de um edifício de saúde;

O processo de planejamento, programação e projeto: etapas e produtos;

As tipologias de edifícios existentes e unidades funcionais do estabelecimento assistencial de saúde – EAS;

As instalações prediais: ordinárias e especiais;

A arquitetura e a engenharia podem ajudando no controle de infecção;

Materiais de acabamento mais adequados em um EAS;

Aprovação de projetos físicos na área da saúde (Resolução ANVISA RDC nº 51/2010).

 

Como irá se beneficiar

Conhecendo o sistema de saúde do Brasil e respectivas edificações para assistência à saúde;

Tornando-se apto a participar de uma equipe de planejamento físico de estabelecimentos de saúde;

Detalhando critérios de projeto que auxiliam no combate a infecção nos serviços de saúde;

Indicando e descrevendo os materiais de acabamentos mais indicados nos EAS;

Aprendendo noções sobre as novas tecnologias da arquitetura e engenharia na área de assistência à saúde;

Compreendendo as normas e a sistemática de aprovação de um projeto físico, em especial no âmbito do sistema de vigilância sanitária;

Aprendendo a dimensionar o programa de necessidades do edifício hospitalar de acordo com as normas da ANVISA;

Planejando fluxos de serviços e atividades físico-funcionais;

Aprendendo noções sobre as instalações prediais e especiais hospitalares: elétrica, hidráulica, sanitária, fluido-mecânica, comunicações, climatização, gás, gases medicinais, tratamento dos resíduos de saúde (hospitalar, comum, especiais);

Elaborando planos diretores hospitalares para unidades que necessitam de ampliações e reformas: estratégias e modelos de planejamento;

Dominando o conhecimento sobre os sistemas construtivos mais adequados para as unidade de saúde;

Desenvolvendo projetos de hospitais, postos e centros de saúde, ambulatórios, unidades de pronto-atendimento, laboratórios, clínicas especializadas e centros de diagnóstico;

Diagnosticando as unidades existentes e o dimensionamento de novas edificações.

 

Público-alvo

Arquitetos, engenheiros e estudantes destas áreas, projetistas, profissionais ligados à indústria e à área de saúde em geral, agentes públicos e demais pessoas interessadas no tema.

Duração

20 horas

Introdução

Conceitos de Saúde. Sistema Único de Saúde (SUS) e Redes de Saúde no Brasil e no exterior.

 

História e evolução do edifício hospitalar

Referenciais históricos e aspectos culturais; evolução da forma e das atividades físico funcionais; conceitos e métodos projetuais; inovações de tecnologias médicas e processos assistenciais.

 

Metodologia do Planejamento e do Projeto Hospitalar

Programação e planejamento das edificações para assistência à saúde. Metodologia de projeto e programa de necessidades para ambientes de saúde. As doenças (epidemiologia) e os aspectos demográficos que definem o edifício hospitalar. Plano Diretor Hospitalar. Tecnologias e equipamentos.

 

Dimensionamento do Edifício Hospitalar

Normas do Ministério da Saúde/ANVISA (RDC Nº 50/2002) e complementares. Normas técnicas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas). O Partido Arquitetônico: Tipologias. Setores Hospitalares (Ambulatório, Urgência e Emergência, Apoio ao Diagnóstico e Tratamento, Apoio Técnico, Apoio Logístico, Internação, Serviços Gerais). Circulação horizontal e vertical, alternativas e definições estratégicas de aplicação (elevadores, rampas e escadas).

 

Instalações Hospitalares

Aspectos projetuais relativos às instalações prediais e especiais hospitalares: shafts, galerias, pavimentos técnicos, centrais, automação predial e centrais de gases medicinais.

 

A arquitetura e a Engenharia no controle de infecção

Conceitos, premissas, soluções de projeto e materiais de acabamento a serem usados em um projeto de EAS.

 

Aprovação de projetos (Resolução ANVISA RDC nº 51/2010)

Normas e a sistemática de aprovação de um projeto físico, em especial no âmbito do sistema de vigilância sanitária dos estados e municípios

 

Estudo de Caso

Apresentação de projetos e estudos de caso.

  • Profa. Esp. Doris Vilas-Boas
    Arquiteta e urbanista graduada pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) e pela Universidade Politécnica de Valencia (UPV) – Espanha. Especialista em sistemas de Saúde pela UFBA / ANVISA-MS (Agencia Nacional de Vigilância Sanitária – Ministério da Saúde). Professora dos cursos de Introdução à Arquitetura de Estabelecimentos de Saúde realizado na Faculdade de Arquitetura da UFBA e do Curso de Especialização em Engenharia Clínica realizado pelo Hospital Universitário Professor Edgard Santos. Desenvolve pesquisas nas áreas de Sustentabilidade e Tecnologias limpas para Estabelecimentos Assistenciais de Saúde (EAS), Humanização em EAS e Arquitetura Baseada em Evidências. Diretora da Regional Bahia da ABDEH (Associação Brasileira para o Desenvolvimento do Edifício Hospitalar). Proprietária do Escritório Martins Vilas-Boas Arquitetura que atua principalmente nas áreas de Planejamento em Saúde, Arquitetura Hospitalar, Educacional e Religiosa.

Horários
Início: 08h00
Coffee break: 10h30 às 10h45
Almoço: 12h30 às 14h00
Coffee break: 16h30 às 16h45
Encerramento: 18h00

O que está incluso
Apostila Digital em PDF (disponibilizada por e-mail aos participantes em até 24 horas da data de início do curso)
Material de Apoio;
Serviço de Coffee-breaks;
Certificado de Participação digital (atentar a correta grafia do seu nome na lista presença que circulará no primeiro dia de curso)

Importante

O curso será ministrado por um ou mais professores que compõem o quadro de docentes, de acordo com a data, local e disponibilidade;
O curso não será ministrado por todos os professores que compõem o quadro de docentes.

Observações
Recomendamos levar Notebook ou Tablet/IPAD, com adaptador para a nova tomada “PADRÃO BRASILEIRO”;
Na hipótese de quórum insuficiente, impossibilidade de comparecimento do professor, imprevistos ou motivos de força maior, a AEA Educação Continuada se reserva ao direito de cancelar ou reagendar o curso programado visando preservar o melhor interesse de todos;
Especialmente, em caso de viagens, antes de se deslocar, solicitamos entrar em contato, a fim de confirmar as informações sobre data e local do curso, evitando transtornos;
Em caso de cancelamento, a AEA Educação Continuada avisará a todos os inscritos (através de e-mail), e devolverá integralmente os valores pagos pela inscrição;
O inscrito poderá solicitar o cancelamento da sua inscrição, via e-mail, até 10 (dez) dias antes do início do curso. Neste caso, os valores pagos serão devolvidos.
Em todos os casos, recomendamos a leitura atenta, e integral, do Contrato de Adesão aceito no ato da efetivação da inscrição online.

Formas de Pagamento


Depoimentos

O curso de Arquitetura de Hospitais, Clínicas e Laboratórios é de altíssimo nível, consistente. Professor com total domínio sobre assunto. Espetacular!”
Maria de Fátima Alves Santana , Engenheira Civil
“O curso de Arquitetura de Hospitais, Clínicas e Laboratórios é muito bom. O professor possui grande domínio sobre o tema e ótima didática. O material apresentado também é excelente.”
Thaís Noel Miasato
“Nota 10 para a didática e a dinâmica do professor. Um profissional completo, muito competente.”
Nair Julia
“Gostei muito. Enfim, encontrei alguém que sabe muito sobre o tema “Arquitetura Hospitalar”.”
Leila Mazzini , Arquiteta