O que você vai aprender

  • Os principais conceitos das instalações prediais hidráulico-sanitárias (água fria e quente, esgoto e águas pluviais) e das instalações elétricas prediais com enfoque no projeto arquitetônico;
  • A importância da integração das instalações prediais ao projeto arquitetônico de forma harmônica, racional e tecnicamente correta;
  • Os aspectos tecnológicos das instalações hidráulicas prediais visando a sua adequação aos sistemas construtivos;
  • As interferências e interfaces das instalações prediais no espaço construído.
  • Os princípios e conceitos básicos necessários para elaboração de projetos e dimensionamento.

Como você irá se beneficiar

  • Através de uma visão simplificada dos vários subsistemas das instalações prediais, com enfoque na arquitetura;
  • Saberá antecipar as soluções das interfaces entre os projetos complementares (hidrossanitários e elétricos) e o projeto arquitetônico, evitando improvisações na obra para solucionar os problemas surgidos;
  • Sairá do curso apto a desenvolver projetos harmonizados com as instalações, visando seu perfeito funcionamento.

Público-alvo

Arquitetos, designers, engenheiros, projetistas de arquitetura, alunos dos cursos de Arquitetura e Urbanismo e Engenharia Civil.

Duração

20 horas

INSTALAÇÕES PREDIAIS HIDRÁULICAS E SANITÁRIAS

INSTALAÇÕES DE ÁGUA FRIA

– Considerações gerais
– Partes constituintes de um sistema predial de água fria
– Entrada e fornecimento de água fria
– Medição de água individualizada
– Sistemas de abastecimento
– Reservatórios
– Rede de distribuição
– Desenhos das instalações
– Materiais utilizados
– Dimensionamento do sistema
– Parâmetros hidráulicos do escoamento
– Método do consumo máximo provável
– Método do consumo máximo possível
– Pressões mínimas e máximas
– Dispositivos controladores de pressão nas instalações prediais
– Perdas de carga nas canalizações
– Sistema elevatório

INSTALAÇÕES DE ÁGUA QUENTE

– Estimativa de consumo
– Sistemas de aquecimento
– Tipos de aquecedores
– Dimensionamento de aquecedores
– Sistema de aquecimento solar
– Traçado da rede de distribuição de água quente
– Desenhos das instalações
– Materiais utilizados
– Dimensionamento das tubulações
– Parâmetros hidráulicos do escoamento

INSTALAÇÕES DE ESGOTO

– Partes constituintes do sistema
– Instalações em pavimentos térreos
– Instalações em pavimentos sobrepostos
– Traçado das tubulações
– Desenhos das instalações
– Interfaces das prumadas com os elementos estruturais
– Sistemas de shafts visitáveis
– Dimensionamento das tubulações
– Ramais de descarga
– Ramais de esgoto
– Ramais com efluentes de gordura
– Tubos de queda e de gordura
– Sistema de ventilação
– Subcoletores de esgoto
– Caixas de inspeção e gordura
– Coletor predial
– Materiais utilizados

INSTALAÇÕES DE ÁGUAS PLUVIAIS

– Partes constituintes do sistema
– Vazão de projeto
– Intensidade pluviométrica e período de retorno
– Áreas de contribuição de vazão
– Dimensionamento de calhas
– Dimensionamento de condutores verticais
– Dimensionamento de condutores horizontais
– Materiais Utilizados
– Níveis do terreno e condutores horizontais

INSTALAÇÕES ELÉTRICAS PREDIAIS CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

INTERFACES DAS INSTALAÇÕES ELÉTRICAS COM O PROJETO ARQUITETÔNICO

– Improvisos na obra
– Importância do arquiteto e do layout
– O projeto de instalações elétricas
– Importância das normas

FORNECIMENTO DE ENERGIA ELÉTRICA

– Pedido de ligação de energia
– Limites para o fornecimento
– Carga total instalada
– Tipos de ligação

INTERFACES DO PADRÃO DE ENTRADA COM O PROJETO ARQUITETÔNICO

– Critérios para a instalação do padrão de entrada
– Entrada de energia elétrica
– Ponto de entrega
– Poste particular e pontalete
– Ramal de ligação
– Interfaces do ramal de ligação
– Entrada aérea e subterrânea
– Quadro de medição
– Localização do quadro de distribuição no projeto arquitetônico

EQUIPAMENTOS DE UTILIZAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA

– Os equipamentos e suas interfaces com o projeto arquitetônico
– Instalação de equipamentos
– Instalações inadequadas
– Instalação de aparelhos especiais

POTÊNCIA ELÉTRICA

– Relembrando os conceitos
– Tensão e corrente elétrica
– Fator de potência
– Triângulo de potências
– Potência elétrica total instalada
– O cálculo do consumo

QUADROS DE DISTRIBUIÇÃO DE CIRCUITOS

– Alimentação do quadro de distribuição
– Componentes e dimensões do quadro
– Critérios para previsão de circuitos
– Localização no projeto arquitetônico
– Subdivisão dos quadros de distribuição no projeto arquitetônico
– Interfaces do quadro de distribuição com o projeto arquitetônico

PRUMADA ELÉTRICA E CAIXAS DE PASSAGEM

PREVISÃO DE SHAFTS E ÁREAS TÉCNICAS NO PROJETO ARQUITETÔNICO

CIRCUITOS DA INSTALAÇÃO

– Circuitos de distribuição
– Circuitos terminais
– Divisão de circuitos
– Critérios para divisão de circuitos
– Limites de potência para os circuitos terminais
– Importância dos cálculos

DISPOSITIVOS DE PROTEÇÃO PARA BAIXA TENSÃO

– Tipos de disjuntores
– Disjuntor termomagnético
– Disjuntor diferencial residual

ATERRAMENTO DO SISTEMA

– Aterramento da entrada consumidora
– Barramento equipotencial
– Aterramento do quadro de distribuição de energia
– Aterramento dos aparelhos eletrodomésticos

PRINCIPAIS COMPONENTES UTILIZADOS NAS INSTALAÇÕES ELÉTRICAS

– Eletrodutos
– Dimensionamento de eletrodutos
– Caixas
– Tipos de caixas
– Condutores de eletricidade
– Tipos de condutores
– Dimensionamento dos condutores

DISPOSITIVOS DE MANOBRA

– Tipos de interruptores
– Dimensionamento dos interruptores

TOMADAS DE CORRENTE

– Tipos de tomadas
– Tomadas de uso geral
– Tomadas de uso específico
– Quantidade mínima de tomadas
– Potência mínima das tomadas

LUMINOTÉCNICA

– A importância do arquiteto
– Estudo da iluminação
– A importância do layout
– Interfaces da iluminação com o projeto arquitetônico
– Aparelhos de iluminação
– A importância das cores na iluminação dos ambientes
– Tipos de lâmpadas
– Projeto de iluminação
– Cálculo de iluminação
– Interfaces da iluminação com o projeto arquitetônico
– Iluminação residencial
– Iluminação comercial e administrativa.
– Iluminação industrial
– A iluminação e o consumo de energia em residências

SISTEMAS DE CONDICIONAMENTO DE AR

– Tipos de refrigeração
– Cálculo da carga térmica

SIMBOLOGIA BÁSICA UTILIZADA EM PROJETOS DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS PREDIAIS

  • Prof. Eng. Roberto de Carvalho Junior
    Engenheiro civil, licenciado em Matemática, com habilitação em Física e Desenho Geométrico. Pós graduado em Didática do Ensino Superior. Mestre em Arquitetura e Urbanismo e Mestre em Hidráulica e Saneamento.

    Projetista de Instalações Prediais desde 1982, já elaborou inúmeros projetos de edificações de médio e de grande porte, executados em várias cidades do Brasil.
    Desde 1994, atua na área acadêmica, em faculdades de Arquitetura e Urbanismo e Engenharia Civil, como professor universitário das disciplinas de instalações prediais.
    É palestrante e autor dos livros “Instalações Hidráulicas e o Projeto de Arquitetura”; “Instalações Elétricas e o Projeto de Arquitetura”; “Patologias em Sistemas Hidráulico-Sanitários”, “Instalações Prediais Hidráulico-Sanitárias – Princípios básicos para elaboração de projetos” e Interfaces Prediais. Todos os livros editados pela Blucher.
    É autor de diversos artigos e publicações em vários jornais e revistas do país voltadas a construção civil, falando especificamente sobre assuntos relacionados a sua área de atuação.
    Atualmente, trabalha na área acadêmica e como consultor independente.

Horários – 2 e 4 de Junho de 2020 – 3a e 5a feira
Início: 08h30
Coffee break manhã: 10h30 às 10h45
Almoço: 12h30 às 14h00
Coffee break tarde: 16h30 às 16h45
Encerramento: 18h30

O que está incluso
Apostila Digital em PDF (disponibilizada por e-mail aos participantes em até 24 horas da data de início do curso)
Certificado de Participação digital (atentar a correta grafia do seu nome na lista presença que circulará no primeiro dia de curso)

Observações
Na hipótese de quórum insuficiente, impossibilidade de comparecimento do professor, imprevistos ou motivos de força maior, a AEA Educação Continuada se reserva ao direito de cancelar ou reagendar o curso programado visando preservar o melhor interesse de todos;
Em caso de cancelamento, a AEA Educação Continuada avisará a todos os inscritos (através de e-mail), e devolverá integralmente os valores pagos pela inscrição;
O inscrito poderá solicitar o cancelamento da sua inscrição, via e-mail, até 10 (dez) dias antes do início do curso. Neste caso, os valores pagos serão devolvidos.
Em todos os casos, recomendamos a leitura atenta, e integral, do Contrato de Adesão aceito no ato da efetivação da inscrição online.